Era o primeiro dia de trabalho do motorista de ônibus Marcelo da Costa Ribeiro na Transwolff  nesta quinta-feira, dia 21 de fevereiro. Ele chegava ao ponto final da linha 6022-10 – Pq. Cerejeira – Sto. Amaro por volta das 17h20, após a quinta viagem, para desembarcar os passageiros.

Ao fazer o que é de praxe, desceu do micro-ônibus no Pq. Cerejeira. Foi abordado por um passageiro cheio de dúvidas, questionou o funcionamento da linha. O que ele não sabia é que não era um passageiro comum, era o presidente.

“Ele me deu atenção, esclareceu as dúvidas e olha que chovia no momento que conversava com ele. Me tratou como o passageiro deve ser tratado, de forma cortez. Parabéns, Marcelo”, elogiou o presidente. “Me chamou atenção a habilidade dele no volante já que ali no final no Cerejeira é um local apertado para manobrar”, observou Pacheco.

A visita do presidente mexeu com o comportamento do motorista. “Fiquei super feliz por ele ter vindo. E mais contente ainda por ele ter me elogiado. Que surpresa boa. Achei que era um passageiro normal”, diz Marcelo.

Ele afirma que uma atitude dessa motiva o funcionário. “Dá mais prazer para o motorista. Já liguei para a minha mãe que mora em Paulista, lá em Minas Gerias. Ela me deu os parabéns pelo presidente ter me elogiado”, afirmou.

Ele enfatizou a humildade do presidente e que a visita dele inclusive visa a melhoria da linha.