Lá moram cerca de 20 mil pessoas. Região arborizada. O bairro tem uma UBS, uma escola estadual e uma Emei. Este é o Recanto Campo Belo, bairro do distrito de Parelheiros na zona sul de São Paulo onde opera a linha 6075-41 – Rec. Campo Belo – Term. Varginha, da Transwolff.

Desde dezembro do ano passado, os sete microônibus deram espaço para os midis, apelidado de micrão, que comportam 25 passageiros sentados e 28 em pé. Eles contam com ar condicionado, tomada USB e wi-fi, sistema 4G.

Para a presidente da Associação Amigos do Recanto Campo Belo e Adjacências, Nanci Reali de Paula, a linha atende a demanda do bairro.

“A linha é boa. Os moradores estão satisfeitos. O bairro ganha muito com a mudança, os ônibus são maiores e isso leva mais conforto para os passageiros”, elogia a presidente.

A manicure Claudia Regina Ferreira, 46 anos, moradora do Recanto Campo Belo usa a linha todos os dias para ir trabalhar na Cidade Dutra. “Não tenho do que reclamar, na verdade só agradecer. A tomada recarrega rápido e os ônibus não demoram a passar no ponto”, elogia Claudia.

A balconista Gabriela Souza Cruz, 25 anos, elogiou os ônibus. Todos têm conforto, rapidez e o tempo de espera é tranquilo e a viagem é curta. “A internet é boa, o ar é bom e as vezes que precisei usar a tomada USB funcionou”, elogiou.

A balconista Lucimara Oliveira, 25 anos, moradora do Jd. Campinas, trabalha em um mercadinho no Recanto Campo Belo, e utiliza os ônibus da linha há 1 ano e 6 meses.

“Neste período nunca cheguei atrasada ao trabalho por causa do ônibus. O ar condicionado salva a gente naquele calorzão”, elogia.

Luiz Carlos Efigênio Pacheco, presidente da Transwolff, afirma que a empresa vem renovando a frota de forma gradativa e inclusive prioriza os bairros mais afastados da zona sul da cidade.

“Tem caso que o morador nem acreditava que ali ia chegar ônibus novo com ar. Ao longo dos anos foram atendidos por perua, besta, Topic e agora veem aquele micrão passando na porta. É uma conquista dos moradores. Eles merecem este carinho e este conforto proporcionado pela Transwolff”, enfatiza Pacheco.