notícias

A Transwolff realizou o passeio mais “feliz” do ano

  • dezembro 18, 2017

  • 0 comentário(s)

O clima de felicidade estava presente desde à entrada no ônibus até a chegada ao Guarapiranga Golf Country Clube, de homens e mulheres da Instituição Caminhando.

Pequenas ações como acompanhar o ônibus virar em uma curva para esquerda ou para direita, já faziam os 104 homens e mulheres abrirem um belo sorriso e comemorem.

Esse sentimento se deu graças a parceria da Transwolff com a Caminhando, instituição que desenvolve um trabalho de atendimento à pessoa com deficiência intelectual, física e auditiva, na segunda-feira, dia 4, um dia após o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.

A coordenadora pedagógica, Valdirene Vega, citou o sentimento de felicidades dos jovens que fizeram parte do passeio.

“Dia maravilhoso, com muita alegria e diversão. Difícil dizer o que brilhou mais, se o Sol ou os olhos dos nossos jovens, irradiando felicidade. E isto, só foi possível graças ao empenho de nossa equipe educacional, voluntários e apoiadores como a Transwolff Transporte”, agradece a coordenadora.

“Para uns ansiedade, para outros expectativa, onde foram vividos momentos de alegria expressada em largos sorrisos, contagiando em todas as direções, onde a felicidade dá passagem a liberdade de viver e literalmente não ter vergonha de ser feliz. Para mim, o mais nobre dos sentimentos, o amor fraternal”, foi com esse belo discurso que a educadora, Sônia finaliza o dia.

“Os nossos jovens aguardam esse momento o ano todo e é muito gratificante sentir a alegria deles e perceber que faremos parte de uma memória feliz como essa. Sinto como se a nossa missão fosse cumprida. Foi um dia incrível”, afirmou a psicóloga, Nanci Belmonte.

Quando o presidente da Transwolff, Luiz Carlos Efigênio Pacheco, viu as fotos e depoimentos ficou motivado e emocionado.

“Só quem tem um filho ou filha com deficiência sabe a dificuldade diária. Fico extremamente gratificado em fazer parte deste dia tão importante para esses homens e mulheres. Pacheco ainda agradece “Eu gostaria de agradecer a instituição Caminhando por proporcionar essa inclusão social”, ressalta Luiz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *