notícias

Mais de 200 crianças de Paraisópolis vão ao McDonald’s pela 1ª vez

  • setembro 29, 2017

  • 0 comentário(s)

No dia 19 de setembro, a Transwolff transportou cerca de 200 crianças, entre 3 e 4 anos de idade, da creche Renata Eugênia Rodrigues, que fica em Paraisópolis

(zona sul), para o McDonald’s da av. Henrique Schaumann, Pinheiros (zona sul). Esta é a primeira vez que a maioria das crianças vai ao McDonald´s.

Esta ação é uma parceria entre a Transwolff e o reverendo Aldo Quintão, que coordena a creche que já foram beneficiados mais de 1.500. São crianças que moram em Paraisópolis e que nunca foram nesta lanchonete.

Para levar a criançada e os educadores, foram necessários quatro ônibus. Para cuidar das crianças foi preciso mais de 70 pessoas entre educadores e voluntários. Essa ação é uma parceria entre a Transwolff e o reverendo Aldo Quintão, que é o coordenador da creche.

Reverendo Aldo, em nome do Instituto Anglicano e das crianças da creche, agradeceu ao presidente da Transwolff, Luiz Carlos Efigênio Pacheco, e aos funcionários da empresa por ter levado as crianças para um dia muito feliz, para um passeio muito gostoso, pois elas puderam sair do sofrimento, daquela dor do dia dia, das casas humildes da favela do Paraisópolis e foram se divertir.

“Agradeço de todo meu coração, agradeço em nome de Deus que ele conserve e guarde a cada um de vocês, que abençoe a empresa, que garanta trabalho, o pão de cada dia de vocês e muito obrigado de todo meu coração. Os ônibus levaram as crianças com amor, com carinho, conforme Jesus Cristo pediu: ‘Cuide das criancinhas que o papai do céu vai pagar vocês, amém’”, agradeceu afirma.

Luiz Carlos Efigênio Pacheco, presidente da Transwolff, lembra que este parceria é pelo segundo ano consecutivo e diz fazer este trabalho social com a alma, com o coração.

“É muito gratificante participar deste trabalho com esta criançada e poder um pouco de alegria, de felicidade. Não estou nos ônibus, mas me sinto participando com as fotos e vídeos que recebo durante o passeio. Que Deus nos dê saúde para continuarmos fazendo o bem”, disse Pacheco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *