notícias

Dia de reconhecimento na garagem da Transwolff

  • dezembro 15, 2017

  • 0 comentário(s)


Para homenagear e agradecer os ótimos serviços prestados pela mecânica, operacional e administração, o colaborador Roberto Marcio da Cunha prestigiou cada setor com uma faixa.

As faixas foram feitas pelos funcionários da linha 6062-51 Jardim Castro Alves – Terminal Santo Amaro, e foram entregues nesta quinta-feira, dia 14, na garagem da Transwolff.

Robertinho, trabalha no transporte coletivo há mais de 20 anos e achou que essas faixam iriam representar toda gratidão que os funcionários possuem por esses setores.

“Primeiramente agradeço o nosso presidente Luiz Carlos Efigênio Pacheco, por escolher pessoas capacitadas para dirigir esses setores. Porque se não fosse esse pessoal aqui, eu acho que nós estaríamos bem abaixo do que estamos hoje. Roberto finaliza desejando em nome do Castro Alves, “Feliz natal e prospero ano novo e continuem assim nesta luta”.

“Essa homenagem tem um valor imenso e de grande importância para todos da mecânica. Trabalhamos durante o ano todo procurando fazer o melhor, e chegar aqui e ver que o nosso trabalho foi reconhecido não tem dinheiro do mundo que pague”, foi com essas palavras que o gerente de Manutenção da Transwolff, Paulo Lima, recebeu essa homenagem.

O gerente operacional Roberto Belchior, o Alemão, ressaltou a importância desta placa para o setor operacional.

“ É difícil os funcionários e prestadores de serviços entenderem e reconhecerem nosso trabalho diário. Cobramos muito e eles cobram muito de nos também, mas depois desta homenagem percebemos que apesar das cobranças, estamos no caminho certo’, finaliza “Quando temos reconhecimento do nosso serviço o ânimo para realizar o trabalho é sempre maior”, afirma Alemão.

“Essa homenagem demonstra a qualidade e comprometimento dos funcionários da Transwolff. Parabéns a todos os setores e colaboradores que foram reconhecidos e gostaria de deixar aqui o meu muito obrigado a linha do Castro Alves”, ressalta o presidente da empresa, Luiz Carlos Efigênio Pacheco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *